PEPSI ON STAGE APRESENTA RAP IN CENA FESTIVAL EM NOVEMBRO

Publicado em Setembro 10, 2019
Autor / Fonte: OPINIÃO PRODUTORA


PEPSI ON STAGE APRESENTA RAP IN CENA FESTIVAL EM NOVEMBRO

 

PEPSI ON STAGE APRESENTA RAP IN CENA FESTIVAL

O Pepsi on Stage vai receber, no dia 9 de novembro, a sétima edição do maior evento dedicado ao hip hop do sul do país. O Rap in Cena Festival, fruto da parceria da Olimpo Produções, da TriRap e da Opinião Produtora, reunirá alguns nomes mais expressivos do cenário atual, que muito estão bombando na Internet e colecionando elogios até mesmo da mídia mainstream. Com a promessa de sold out pela terceira vez em menos de um ano, o festival teve o seu line-up reformulado e vai contar com o shows do mineiro Djonga, que há pouco soltou o megaelogiado “Ladrão”; do carioca BK, que ainda levará a turnê de “Gigantes” ao Rock in Rio 2019, e da cantora Flora Matos, que segue divulgado a sua obra de estreia, chamada “Eletrocardiograma”. Além desses três nomes de muito peso, o Rap in Cena ainda vai abrir espaço para alguns novos talentos do gênero dividam o palco, como são os casos das bandas PrimeiraMente, $ifra e Hot Players Crew e dos rappers Orochi, Sidoka, L7nnon e Degeeh. Com o intuito de promover os novos artistas e de celebrar a força e a união do hip hop nacional, o evento contará ainda com a presença dos DJ’s Fabrício MilkShake e Tito Veloso, conhecidos da noite porto-alegrense, e com uma batalha de MC’s, em que alguns expoentes da cena gaúcha vão enfrentar os cantores do coletivo Aldeia, de São Paulo.
 
DJONGA
Com apenas 25 anos, Djonga atualmente é considerado um dos maiores nomes do hip hop nacional. O mineiro, que chamou a atenção pelo seu jeito “gritado” de versar em cima dos beats, iniciou a sua trajetória em 2012, ao participar do projeto Poetas no Topo. Depois de alguns shows, ele preparou o lançamento do seu álbum de estreia, intitulado “Heresia”, em 2017. O disco, que traz fortes críticas à sociedade e mensagens enfatizando o empoderamento negro, foi aclamado pela crítica e pelo público, sendo considerado um dos melhores álbuns do ano pela revista Rolling Stone Brasil. Com o seu nome em evidência, saiu “O Menino que Queria Ser Deus”, em 2018. Mais maduro em comparação ao registro anterior, o CD também figurou em diversas listas de melhores do ano. O trabalho de estúdio mais recente de Djonga é o disco “Ladrão”, que chegou aos serviços de streaming no começo do ano.

BK
Integrante do coletivo Bloco 7, o carioca BK também é apontado como um dos grandes nomes do rap nacional na atualidade. Com uma musicalidade afiada e rimas que retratam o dia a dia das ruas, o MC lançou o seu primeiro disco, “Castelos & Ruínas”, em 2016. Eleito o melhor álbum do ano pela Red Bull Music, o registro levou BK a se apresentar em diversas cidades pelo país, ao lado de Marcelo D2 e Sain. Dando vazão à sua criatividade em outros registros, como o EP “Antes dos Gigantes Chegarem” e outros tantos singles, o rapper atingiu números impressionantes em todas as plataformas digitais. Com a participação especial de grandes nomes do gênero, como Baco Exu do Blues, Luccas Carlos e KL Jay, o segundo CD de BK saiu no ano passado e se chama “Gigantes”. A turnê do disco, com diversas datas na Europa, também está passando pelos festivais Lollapalooza Brasil, João Rock e Rock in Rio.

FLORA MATOS
De Brasília e criada em uma família de artistas, Flora Matos iniciou a sua trajetória ainda na infância, cantando em alguns shows do Acarajazz, banda do seu pai. Morando sozinha em São Paulo, aos 18 anos, a rapper acreditou no seu sonho e, depois de ser uma atração mensal da festa Black Mood, lançou a sua primeira mixtape, em 2009. Em parceria com DJ Lx e Léo Grijó, a canção “Pretin” se tornou o grande destaque desse material, chegando a integrar a trilha sonora da novela global “Malhação”. Flora, que já fazia shows por todo o Brasil, soltou o seu primeiro disco completo em 2017, chamado “Eletrocardiograma”. O registro, recheado de participações especiais, já tem a companhia de outros singles recentes, como “Piloto”, “Seu Único Defeito” e “Eva”.

PRIMEIRAMENTE
O grupo de hip hop PrimeiraMente foi formado em 2013, por Leal, Gali, Raillow e DJ Fire, frequentadores assíduos das batalhas de rap de São Paulo. Apesar da pouca idade, os meninos começaram a chamar a atenção no cenário underground, muito por conta da sua batida e das suas letras de denúncia. O primeiro trabalho mais consistente do grupo foi a mixtape “A Um Passo do Precipício”, que saiu no final de 2014 com bastante destaque na Internet. Com mais de um milhão de views, a faixa “Óoh” foi o principal destaque da obra. Nos próximos anos, o PrimeiraMente lançou outros singles, como “Mundo dos Loko”, “Pro que Der e Vier” e “Revolução”. O mais recente trabalho da banda é o disco “Na Mão do Palhaço”, marcado por elementos de jazz e que debutou nas plataformas de streaming no final de 2018.

OROCHI
Nascido em Niterói, Orochi começou a rimar ainda na adolescência, com apenas 14 anos de idade. A sua primeira experiência profissional foi participando da Batalha do Tanque, competição de MC’s bastante conceituada no cenário carioca. Orochi, que tem o seu codinome artístico inspirado em um dos personagens do famoso game de luta “The King of Fighters”, ficou conhecido, em 2016, ao participar do grupo MODE$TIA. Ao lado de Bruno Maquiny e Azevedo, o rapper assinou com a gravadora Deck e lançou faixas que se tornaram hits absolutos na Internet, como “Ela Tem”, “Ego”, “Cálices” e “Milionários”. O registro mais recente do conjunto é o EP “Trip”, que saiu no ano passado. Já na sua carreira solo, os destaques ficam por conta das canções “Balão”, “Mainstreet”, “Juízo Final” e “Acende o Isqueiro”.

SIDOKA
Uma das revelações do cenário hip hop nacional em 2018, Sidoka ficou conhecido em todo o Brasil depois de dividir o microfone com Djonga, na faixa “Ufa”, do disco “O Menino que Queria Ser Deus”. Após uma porção de singles e duas mixtapes, o rapper ganhou evidência e acumulou alguns milhões de plays, em todas as plataformas de streaming, quando o EP “Sommelier” debutou na Internet, no começo desse ano. Com influências do trap, do gangsta rap norte-americano e uma alta dose de deboche e ousadia em todas as suas rimas, as faixas “Olha pro Oclin”, “Porsche” e “Mi’aDama” atingiram números impressionantes no Youtube, onde somam juntas mais de 15 milhões de execuções.

L7NNON
Destaque da nova geração do hip hop nacional, L7nnon vem fazendo muito barulho em todo o Brasil. O rapper, recentemente contratado pela Papatunes Records, selo comandado por Papatinho (ConeCrewDiretoria), iniciou a sua trajetória há pouco tempo, embalado pelo sucesso dos singles “Mais um Capítulo”, “Escolhas”, “Trágico” e “Meus Planos”, todos com números expressivos nas plataformas de streaming. Nascido e criado em Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro, o cantou começou a sua história no skate, competindo profissionalmente. A guinada para o rap ocorreu somente em 2017, quando começou a escrever e a gravar as suas rimas. O rapper soltou o seu primeiro álbum completo, intitulado “Podium”, no começo de 2019. Os destaques do disco são as faixas “Sorrisos” e “Keep Going”, que juntas somam mais de cinco milhões de views na Internet.

$IFRA
Sem formação fixa e atuando também como gravadora, o coletivo $ifra debutou na Internet em setembro de 2018, com o single “Flex”. Idealizado por Bruno Wentz e Gabriel Vescovi, o grupo tem chamado a atenção por absorver diferentes gêneros musicais em suas composições, indo do samba ao reggae, 
passando também pelo rock e pelo trap. Com o seu casting atual formado pelos MC’s Maza, Nando, Rafa Saraiva, Ash, Con, Inospitto e Tuts, o $ifra já gravou com nomes importantes do movimento hip hop nacional, como Pelé Milflows, Leal (do PrimeiraMente) e Maomé (da ConeCrewDiretoria). Os principais destaques da sua promissora discografia são as faixas “Nem Lean, Nem Guns”, “Astronauta”, “Monstros”, “Impacto” e “Vida Bandida”.


HOT PLAYERS CREW
Criado em 2009, o grupo gaúcho Hot Players Crew é formado pelos MC’s Ret, Street e Vitão Smille, ao lado do DJ Saulit. Sem se enquadrar em uma única tendência, mas absorvendo diversas influências musicais nas suas batidas, a banda começou a se destacar no cenário underground de maneira mais consistente em 2017, quando o single “Trama” debutou nas plataformas digitais e caiu nas graças do público. Crescendo cada vez mais, sobretudo nas redes sociais, o Hot Players Crew disponibilizou em 2018 a sua primeira mixtape, chamada “Ponto de Vista”, com sete faixas autorais.

DEGEEH
O gaúcho Degeeh, um dos rappers que estão em ascensão no circuito gaúcho, está em atividade desde 2017. O seu single mais recente é a faixa “Inabalável”, que debutou nas plataformas digitais nesse mês de setembro. O cantor, que as poucos vai se apresentando nos mais diferentes palcos da capital e do interior, principalmente em festas e eventos dedicados ao rap underground, tem outras faixas circulando pela Internet, como são os casos de “Felina”, “Elesquerem”, “Tantos Tentam” e “Green”. O videoclipe de “Felina”, por exemplo, foi lançado há cerca de um ano e já ultrapassou a marca de 34 mil views.
 

RAP IN CENA FESTIVAL
Atrações:
Djonga, BK, Orochi, Flora Matos, Sidoka, L7nnon, PrimeiraMente, $ifra, Hot Players Crew e Degeeh
Batalha de MC’s:
Olimpo (Rio Grande do Sul) vs. Aldeia (São Paulo)
DJ’s convidados:
Fabrício MilkShake e Tito Veloso
Onde:
Pepsi on Stage (Avenida Severo Dullius, 1995)
Quando:
9 de novembro, sábado, a partir das 21h
Abertura da casa:
20h
Classificação:
14 anos
 
Ingressos:
 
Pista:

Lote 1:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 50
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 45
Inteira: R$ 90
 
Lote 2:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 60
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 55
Inteira: R$ 110
 
Lote 3:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 80
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 75
Inteira: R$ 150
 
Pista VIP:

Lote 1:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 70
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 65
Inteira: R$ 130
 
Lote 2:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 80
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 75
Inteira: R$ 150
 
Lote 3:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 90
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 85
Inteira: R$ 170
 
Mezanino:

Lote 1:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 60
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 55
Inteira: R$ 110
 
Lote 2:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 70
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 65
Inteira: R$ 130
 
Lote 3:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 80
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 75
Inteira: R$ 150
 
Backstage (em cima do palco e acesso livre a todos setores do evento):

Lote 1:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 150
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 145
Inteira: R$ 290
 
Lote 2:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 180
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 175
Inteira: R$ 350
 
Lote 3:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 200
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 195
Inteira: R$ 390
 
* Os alimentos deverão ser entregues no Pepsi on Stage, no momento da entrada ao evento.
 
** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.
 
Demais descontos:
 
* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto.
 
* 50% para jovens pertencentes a famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto.
 
* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
 
Pontos de venda:
 
Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro):
Multisom Bourbon Wallig
 
Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 5 de taxa de conveniência – somente em dinheiro):
Multisom Porto Alegre: Shopping Praia de Belas, Iguatemi, Bourbon Ipiranga, Barra Shopping Sul e Andradas 1001
Multisom Região Metropolitana: Bourbon São Leopoldo, Bourbon Novo Hamburgo, Park Shopping Canoas e Canoas Shopping
Lojas Verse: Andradas 1444 e Shopping Lindoia
 
Online: www.sympla.com.br
 
Realização: Olimpo Produções, TriRap e Opinião Produtora
 
Informações:
www.pepsionstage.com.br
www.facebook.com/pepsionstageoficial
www.twitter.com/pepsionstage
(51) 3371-1948

Mais Fotos