PELA PRIMEIRA VEZ COM A OSPA, O REGENTE ALEMÃO RAPHAEL HAEGER CONDUZ A SINFÔNICA POR STRAUSS E MAHLER (27/5)

Publicado em Maio 25, 2023
Autor / Fonte: OSPA - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO


PELA PRIMEIRA VEZ COM A OSPA, O REGENTE ALEMÃO RAPHAEL HAEGER CONDUZ A SINFÔNICA POR STRAUSS E MAHLER (27/5)

Crédito da foto: Monika Rittershaus

Dois grandes expoentes do romantismo dividem o repertório do próximo concerto da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA), fundação vinculada à Secretaria de Estado da Cultura (Sedac-RS). No dia 27 de maio, às 17h, o maestro Raphael Haeger faz sua estreia com a OSPA, que interpreta “Burlesca, TrV 145”, de Richard Strauss, com solos de Gustavo Carvalho ao piano, e “Sinfonia nº 1, ‘Titã’”, de Gustav Mahler. Os ingressos para o espetáculo estão à venda no Sympla, por valores entre R$ 10 e R$ 50. Também é possível acompanhar, gratuitamente, a transmissão ao vivo no canal da OSPA no YouTube. Antes da apresentação, às 16h, o flautista e professor Leonardo Winter comenta a vida e a obra dos compositores na série de palestras Notas de Concerto.

 Richard Strauss (1864 – 1949) tinha apenas 21 anos de idade quando compôs “Scherzo em Ré Menor para Piano e Orquestra”. Para sua estreia em 1890, a obra foi rebatizada de “Burlesca”. Escrita em homenagem ao mentor do compositor, o pianista e maestro Hans von Bülow, a composição de aproximadamente 20 minutos apresenta aspectos particulares. Segundo Raphael Haeger, “Burlesca tem abismos escuros com surpresas perigosas, fantasias delirantes, perseguições espirituosas e cenas inebriantes de desejo”. O regente já conduziu a música original de Richard Strauss para o filme mudo “O Cavaleiro da Rosa” no Festival de Páscoa, em Baden-Baden, e na Elbphilarmonie, em Hamburgo. Para o espetáculo, o destacado pianista brasileiro Gustavo Carvalho junta-se à Orquestra. O solista se apresentou pela primeira vez com a OSPA em 2002, sob regência de Isaac Karabtchevsky.

 Seis meses depois da estreia de “Burlesca”, Gustav Mahler (1860 – 1911) apresentava pela primeira vez sua “Sinfonia Titã”. A obra tornou-se referência do romantismo e é uma das mais celebradas peças para piano da história da música. Sua multiplicidade de referências atravessa canções e danças folclóricas, fanfarras militares, a música de salão dos cafés vienenses, o chilrear dos pássaros em uma caminhada matinal, flashbacks, premonições, guerras, entre outros cenários. A “Sinfonia ‘Titã’” deu nome ao concerto de abertura da temporada 2022 da OSPA. Naquela ocasião, o regente Evandro Matté conduziu a Sinfônica. O maestro Raphael Haeger destaca os desafios de executar esta sinfonia com excelência: “Será nossa maravilhosa tarefa fazer com que esse grande e diversificado quadro ressoe como uma edificação coerente”.

 

Sobre Raphael Haeger (regente – Alemanha)

Raphael Haeger estudou percussão na Staatliche Hochschule für Musik, em Trossingen, na Alemanha. Entre 1994 e 2004, foi percussionista na orquestra do Teatro Nacional de Mannheim. Desde 2014, tem conduzido regularmente óperas infantis e programas de música de câmara com membros da Filarmônica de Berlim. Para o filme mudo "O Cavaleiro da Rosa", Raphael Haeger conduziu a música original de Richard Strauss no Festival de Páscoa, em Baden-Baden, e na Elbphilharmonie, em Hamburgo. Em 2022, realizou a estreia mundial do filme mudo "Brüder", com a música ao vivo composta por Martin Grütter, além de ter dirigido "Der Tribun", de Maurizio Kagel, com membros da Filarmônica de Berlim. Desde 2018, é convidado anualmente para reger a Orquestra Sinfônica do Teatro Guaíra, em Curitiba.

 

Sobre Gustavo Carvalho (piano – Brasil)

Apontado pela revista francesa Le Monde de la Musique (2004) como um dos pianistas mais promissores de sua geração, Gustavo Carvalho recebeu inclusive o honroso aval de Nelson Freire. Em 2004, venceu o II Concurso Nelson Freire no Rio de Janeiro. Nascido em 1982, iniciou seus estudos em Belo Horizonte, e posteriormente, na Universidade de Música e Artes Dramáticas de Viena e no Conservatório Tchaikovsky de Moscou. Apresentou-se em importantes salas de concerto, como Tonhalle de Zurique, Musikverein de Viena, Auditorium du Louvre, Philharmonie am Gasteig de Munique e Grande Sala do Conservatório Tchaikovsky de Moscou. Também é frequentemente convidado de prestigiados festivais. Na temporada de 2023, além de recitais e concertos com orquestras no Brasil, França, Espanha, Romênia e Alemanha, realizará uma série de recitais a dois pianos com Cristian Budu, com quem vem mantendo um duo desde 2021.

 

FUNDAÇÃO ORQUESTRA SINFÔNICA DE PORTO ALEGRE

Concerto da Série Casa da OSPA – Sinfonia Titã

SÁBADO, 27 DE MAIO DE 2023

Início do concerto: às 17h. Palestra Notas de Concerto: às 16h, com Leonardo Winter.

Onde: Casa da OSPA (CAFF – Av. Borges de Medeiros, 1.501, Porto Alegre, RS).

Ingressos: de R$ 10 a R$ 50. Descontos: ingresso solidário (com doação de 1kg de alimento), clientes Banrisul, Amigo OSPA, associados AAMACRS, sócio do Clube do Assinante RBS, idoso, doador de sangue, pessoa com deficiência e acompanhante, estudante, jovem até 15 anos e ID Jovem.

Bilheteria: via Sympla em sympla.com.br/casadaospa ou na Casa da OSPA no dia do concerto, das 12h às 17h.

Estacionamento: gratuito, no local.

Classificação indicativa: não recomendado para menores de 6 anos.

Transmissão ao vivo: canal da OSPA no YouTube.

Este concerto disponibiliza medidas de acessibilidade. 

 

PROGRAMA

Richard Strauss | Burlesca, Trv 145

Gustav Mahler | Sinfonia nº 1, “Titã”

I. Langsam. schleppend - Im Anfang sehr gemächlich

II. Kräftig bewegt, doch nicht zu schnell

III. Feierlich und gemessen, ohne zu schleppen

IV. Stürmisch bewegt

 

Apresentação: Orquestra Sinfônica de Porto Alegre

Direção Artística: Evandro Matté

Regência: Raphael Haeger (ALE)

Solista: Gustavo Carvalho (piano – BRA)

 

Lei de Incentivo à Cultura

Patrocínio da Temporada Artística: Vero e Gerdau.

Patrocínio da Casa da Ospa: Banrisul, Vero, Panvel, Grupo Zaffari e Gerdau.

Apoio da Temporada Artística: Fraport e Imobi. Promoção: Clube do Assinante RBS.

Realização: Fundação Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós, Secretaria da Cultura do RS, Ministério da Cultura, Governo Federal – União e Reconstrução. PRONAC: 212601.

 

Acompanhe as notícias da Fundação OSPA:

ospa.org.br

instagram.com/ospabr

facebook.com/ospabr

youtube.com/ospaRS

twitter.com/ospabr


Mais Fotos