OPINIÃO PRODUTORA APRESENTA EMICIDA

Publicado em Abril 15, 2019
Autor / Fonte: OPINIÃO PRODUTORA


OPINIÃO PRODUTORA APRESENTA EMICIDA

OPINIÃO PRODUTORA APRESENTA EMICIDA

Emicida, um dos nomes mais importantes do hip hop brasileiro, irá voltar ao palco do Opinião, no dia 20 de junho, com mais um show da turnê que promove o seu primeiro DVD ao vivo, intitulado “10 Anos de Triunfo”. O registro, que chegou às lojas no ano passado recheado de participações especiais, compila todas as principais faixas da carreira do rapper, desde a mixtape “Pra Quem Já Mordeu um Cachorro por Comida até que Eu Cheguei Longe” até os sucessos que ajudaram a colocar o gênero em evidência em todo o país, nas rádios FM’s e até mesmo na televisão. Com um formato diferente e mais intimista, apenas com voz e DJ em cima do palco, Emicida também vai dar uma nova cara às canções mais emblemáticas da sua trajetória e extremamente cultuadas pelo público, como “Levanta e Anda” (https://youtu.be/GZgnl5Ocuh8), “Passarinhos” (https://youtu.be/IJcmLHjjAJ4) e “Bang” (https://youtu.be/WKiWQGpP0zQ). No repertório, também haverá um espaço para surpresas e algumas novidades, como o single “Pantera Negra” (https://youtu.be/Xi1BfosGv2E), que debutou nas plataformas digitais há cerca de um ano e já teve o seu videoclipe assistido quase cinco milhões de vezes no Youtube.
 
 

EMICIDA (POR VINICIUS FELIX)
Emicida foi escolhido pelo rap e está escalado para o melhor time. Em suas músicas, fala do que vê, do que vive e do que sente. Eu poderia me apropriar de outros versos seus pra contar a sua própria história, porque está tudo lá. A sua infância, o começo no rap, o seu pai, a sua mãe, o nascimento da filha, a ida pra África e as lições que mudaram a sua vida completamente.

Mas o ponto importante aqui é ver como essa característica diz muito sobre o lugar onde ele está hoje. Emicida transforma a sua história na história de todos. Não é por acaso que o seu som foi além do seu bairro, da sua cidade, do seu país e do seu continente. Quando ele fala em colocar o sonho na mochila e sair vendendo disco a dois reais, todo mundo se sente mais confiante. Quando ele mostra a sua firmeza pra encarar o racismo, o recado vai além. E esses são só dois exemplos.

Particular e universal nas letras, Emicida avançou também no som. Ele colocou o rap nacional para dialogar com a música brasileira. Não como acessório, mas como parte dela. No samba de breque, nos repentistas nordestinos, a música falada está no seu DNA. O seu show não cai para o rock, não cai para o samba, mas em um jeito novo que ele encontrou. Emicida pode até não ser o responsável direto pelo sucesso de muito nomes da nova geração do rap nacional, mas ajudou a derrubar muitos muros que esses artistas já não precisam mais enfrentar.

Já notou que Emicida não foi apresentado por ninguém? O seu primeiro recado veio em “Triunfo”, onde apostou todas as suas fichas. Ele se impôs e foi ouvido, muito por conta de um diferencial importante. Emicida entendeu cedo que nem só de cabeça sólida é preciso pra ir tão longe. Sem organização, qualquer trabalho bem feito pode cair em vão. Só olhar o que a velha indústria fez, e é nesse ponto que é preciso entender a força da Laboratório Fantasma. A firma dele com o irmão, formada com amigos, faz história por iniciar uma nova conversa na música brasileira.

Que a revolução seja feita pelos artistas – e ela já está em curso e funciona há tempos. As horas de estudos, as reuniões chatas e muita papelada compensaram. Não é por acaso que vários medalhões da nossa música ligam pra eles agora. E nesse resumo rápido estão mais de dez anos de carreira, oito anos da primeira mixtape. Que barulho! E tudo que parecia impossível hoje é história.

Emicida tem o mérito de poder levar para palcos de grandes festivais um repertório quase todo novo em folha. O seu disco mais recente é tocado praticamente na íntegra. Quem mais faz isso hoje? São poucos. Se pensarmos só nos artistas do mainstream, ainda menos. Emicida tem na cabeça que o seu trabalho exige constante reescrita. Esse é seu ritmo. Ele já acreditou que precisava trampar muito. Isso fez  adiferença, óbvio, mas depois percebeu que o conceito do trabalho como libertação não é coisa nossa.

 

EMICIDA
 
Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando: 20 de junho, quinta-feira, a partir das 23h
Abertura da casa: 21h30
Classificação: 16 anos
 

Ingressos:
 
Lote 1:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 50
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 45
Inteira: R$ 90
 
Lote 2:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 60
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 55
Inteira: R$ 110
 
Lote 3:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 70
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 65
Inteira: R$ 130
 
Lote 4:
Solidário (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 80
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 75
Inteira: R$ 150
 
* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.
 
** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.
 

Demais descontos:

* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto.

* 50% para jovens pertencentes a famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto.

* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13  – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
 

Pontos de venda:
 
Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro):
Multisom Iguatemi
 
Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de taxa de conveniência – somente em dinheiro):
Multisom Andradas 1001, Multisom Praia de Belas e Multisom Barra Shopping Sul
 
Online: www.sympla.com.br/opiniao
 
Informações:
www.opiniao.com.br
www.facebook.com/opiniao.produtora
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838


Mais Fotos