OPINIÃO PRODUTORA APRESENTA BACO EXÚ DO BLUES EM PORTO ALEGRE (7/11)

Publicado em Abril 15, 2019
Autor / Fonte: OPINIÃO PRODUTORA


OPINIÃO PRODUTORA APRESENTA BACO EXÚ DO BLUES EM PORTO ALEGRE (7/11)

Crédito da Foto: Divulgação


OPINIÃO PRODUTORA APRESENTA BACO EXÚ DO BLUES


Depois do show surpreendente da semana passada, que teve os ingressos esgotados com mais de uma semana de antecedência, o baiano Baco Exu do Blues irá se apresentar mais uma vez no Opinião, no dia 7 de novembro, com a turnê do seu segundo trabalho de estúdio, chamado “Bluesman”. O álbum, eleito o melhor disco de 2018 pela revista Rolling Stone Brasil, será a grande atração da noite, assim como a performance intensa do rapper e todas aquelas canções mais antigas, como “Sulicídio” (https://youtu.be/_2r0OtMxj20) e “Te Amo Disgraça” (https://youtu.be/qeO5EBBCPm0), extremamente cultuadas pelo público gaúcho até hoje. No auge da sua criatividade e abordando de maneira crítica a realidade das periferias, Baco vai passear ainda pelas faixas de “Esú”, o seu elogiado trabalho de estreia, e pelas suas composições recentes que já se tornaram verdadeiros hits, como são os casos de “Bluesman” (https://youtu.be/82pH37Y0qC8), “Me Desculpa Jay Z” (https://youtu.be/N9gRDSBPhLo), “Flamingos” (https://youtu.be/hwGlsEgABBw) e “Queima Minha Pele” (https://youtu.be/kmOCXxEXLVA). Indicado ao Troféu APCA 2017, promovido pela Associação dos Críticos de Arte de São Paulo, e pelo superjúri do Prêmio Multishow 2018, em duas categorias diferentes; o MC vai comprovar em Porto Alegre, pela segunda vez em menos de um ano, por que as suas composições estão atingindo as pessoas de uma maneira tão sincera e direta. Simplesmente imperdível!
 
 

BACO EXU DO BLUES
O baiano Diogo Moncorvo, mais conhecido pelo nome Baco Exu do Blues, é uma das grandes revelações do hip hop brasileiro na atualidade. O cantor, que começou a ganhar destaque após o lançamento da faixa “Sulicídio”, em 2016, foi aclamado pela crítica assim que álbum “Esú” chegou aos serviços de streaming em 2017. Indicado ao Troféu APCA e ao Prêmio Multishow, o rapper tem chamado a atenção pela sua complexidade de influências, indo de Jorge Amado e Machado de Assis até Pedro Almodóvar. “Te Amo Disgraça”, uma das principais faixas do disco, foi eleita a melhor música de rap pelo Prêmio Genius Brasil de Música 2017.

Depois de colocar as suas rimas na boca do povo e de se apresentar por todo o país, Baco lançou, no final de 2018, o seu segundo trabalho de estúdio. “Bluesman”, além de confirmar que o rapper baiano chegou mesmo para ficar, mostra que ele é um artista especial. Com influências que vão da África ao Caribe, passando por New Orleans e pela Bahia, “Bluesman” compila amor, dor, depressão e força no seu novo conjunto de canções.

A guitarra de Muddy Waters abre o álbum, que conta ainda com beats de DKVPZ, JLZ e Portugal. Ela é seguida de um manifesto social em que o rapper avisa antes de cantar: “a partir de agora, considero tudo blues. O samba é blues, o rock é blues, o jazz é blues, o funk é blues, o soul é blues. Eu sou Exu do Blues. Tudo que era preto, era do demônio, e depois virou branco e foi aceito, eu vou chamar de blues. É isso, Jesus é blues”, define.

A segunda faixa, “Queima Minha Pele”, proporciona o encontro de Baco com o piano e a voz de Tim Bernardes, um dos nomes mais aclamados da cena indie. Tim ainda participa tocando um solo em “Flamingos”. “As love songs são histórias reais que me doem cantar. Sinto no peito falando cada palavra dessas e acho que isso deve tocar as pessoas. Daí se nasce um hit”, acredita o rapper. Por falar em hit, “Me Desculpe Jay Z” tem cheiro de grande sucesso. Com participação da cantora 1LUM3, a música traz a confusão de sentimentos do eu-lírico. “A vida é bipolar e o amor é o reflexo maior da vida. Uma hora você ama, outra não”, afirma Baco.

Talvez as músicas mais impactantes do disco sejam “Minotauro de Borges” e “Kanye West da Bahia”. A primeira, inspirada num conto argentino, fala da força que Baco tem. “O minotauro mata sem querer. Ele é tão forte que não tem controle e, quando li isso, me senti na pele dele”, comenta o cantor, que se autointitula o Kanye West da Bahia. “Eu quero ser o Kanye West da Bahia porque ele é um dos maiores músicos na face da terra. O cara é um gênio, muito forte, que devasta e cria novas coisas que as pessoas não esperam. Eu tenho muita vontade de ser essa mente criativa, mas sem os erros que ele cometeu nos aspectos políticos e sociais”.

“Bluesman” ainda tem Baco cantando o quão livre quer ser em “Girassóis de Van Gogh”, virando imortal ao aceitar que sua pele é prata em “Preto e Prata” e termina com “BB King”, uma leitura de si próprio em que Baco define um bluesman: “é ser o inverso do que os ‘outros’ pensam”. “Eu não me considero um vencedor, eu sou um vencedor. Sou jovem com grandes sucessos, contrariei as estatísticas e acho que nem eu mesmo acreditei que ia chegar aqui. Ainda quero ir muito longe, mas sinto que fiz meu papel. Superar a própria expectativa me deixa muito feliz e ‘Bluesman’ é o reflexo disso”, comenta.

 

BACO EXU DO BLUES
 
Onde:

Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)
Quando:
7 de novembro, quinta-feira, a partir das 23h
Abertura da casa:
21h30
Classificação:
16 anos
 
Ingressos:
 
Lote 1:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 55
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 50
Inteira: R$ 100
 
Lote 2:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 65
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 60
Inteira: R$ 120
 
Lote 3:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 75
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 70
Inteira: R$ 140
 
Lote 4:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 85
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 80
Inteira: R$ 160
 
* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.
 
** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.
 
Demais descontos:

* 50% para idosos: Lei Federal 10.741/03 – obrigatória apresentação de identidade ou documento oficial com foto

* 50% para jovens pertencentes a famílias de baixa renda: Lei Federal 12.933/13 – obrigatória apresentação da Carteira de Identidade Jovem e de documento oficial com foto

* 50% para pessoas com deficiência (e acompanhante quando necessário): Lei Federal 12.933/13  – obrigatória apresentação do Cartão de Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social da Pessoa com Deficiência ou de documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)
 
Pontos de venda:
 
Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro):
Multisom Iguatemi
 
Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 5 de taxa de conveniência – somente em dinheiro):
Multisom Andradas 1001, Multisom Praia de Belas e Multisom Barra Shopping Sul
 
Online: www.sympla.com.br/opiniao
 
Informações:
www.opiniao.com.br
www.facebook.com/opiniao.produtora
www.twitter.com/opiniao
(51) 3211-2838


Mais Fotos