NEPOMUCENO FILMES ESTREIA A PARTIR DE HOJE (05/04) UM COMBO COMPOSTO POR TRÊS SÉRIES E QUATRO CURTAS-METRAGENS INDEPENDENTES

Publicado em Abril 05, 2021
Autor / Fonte: ISIDORO GUGGIANA


NEPOMUCENO FILMES ESTREIA A PARTIR DE HOJE (05/04) UM COMBO COMPOSTO POR TRÊS SÉRIES E QUATRO CURTAS-METRAGENS INDEPENDENTES

Combo Nepomuceno Filmes 2021

Completando um ano do início do período de isolamento social e quarentena devido a pandemia do Covid-19, a Nepomuceno Filmes estará, a partir do dia 5 de abril, estreando mais um combo de conteúdo inédito na internet, composto por três séries e quatro curtas-metragens produzidos de forma totalmente independente.

Filmados através de um aparelho de telefone celular e editados em um laptop, as séries "Discos para ouvir sempre", "Quarta-feira", "Um livro", e os curtas "Cidade sem mar", "Textos para nada", "Tão perto quanto eu de você" e "Hoje de madrugada" seguem a mesma linguagem apresentada pela produtora carioca em consagradas séries como "Sangue Latino" (Canal Brasil) e longas-metragens como "Lugar de Fala" (2019).

 

Discos para Ouvir Sempre

40 programas de aproximadamente quatro minutos cada, com sugestões de discos, para ajudar a enfrentar a os tempos que vivemos. Apresentada pelo jornalista Eric Nepomuceno, que entre uma e outra dica, revela detalhes de sua convivência com músicos como Astor PiazzollaTom JobimEdu Lobo e Renato Teixeira, além de memórias pessoais relacionadas a discos como "Les Marquises" de Jacques Brel"September of my Years" de Frank Sinatra e "O Canto Livre de Nara" de Nara Leão.

 

Quarta-Feira

Oito programas de aproximadamente cinco minutos cada, com leituras de crônicas do livro "Quarta-feira" (Editora Record), realizadas pelo autor Eric Nepomuceno, incluindo "causos" da boêmia carioca e histórias de amigos como Vinícius de MoraesChico BuarqueTarso de Castro e Arthur Moreira Lima.

 

Um Livro

Oito programas de aproximadamente dois minutos cada, com leituras do mais recente livro de Arnaldo Antunes"Algo Antigo" (Cia. Das Letras), realizadas por Eric Nepomuceno.

 

Cidade sem mar

Curta produzido a partir de um texto inédito da escritora Aline BeiTextos para nada – Curta em homenagem a Samuel BeckettTão Longe quanto eu de você – Curta produzido a partir do conto de Helena Machado. Hoje de madrugada – Curta produzido a partir da obra de Raduan Nassar.

 

Locais de Exibição

Redes sociais da Nepomuceno Filmes, Instagram @leiturasnaquarentenaCanal de Youtube EricNepomucenoEscritor.

 

Cronograma – Discos para ouvir sempre

De segunda a sexta, a partir de 05 de abril, 10h00. Quarta-Feira – Quartas, a partir de 7 de abril, 10h. Um Livro – Sábados e domingos, a partir de 10 de abril, 10h. Curtas_Metragens – Sábados, a partir de 10 de abril, 10h. Textos para Nada – Terça, 13 de abril (aniversário de Samuel Beckett), 20h.

 

Sobre a Produtora Nepomuceno Filmes

Produtora fundada em 2013 por Tereza Alvarez e Felipe Nepomuceno.

Produziu os DVDs "Atento aos Sinais Vivo" (2014) e "Bloco na Rua" (2019), de Ney Matogrosso.

Produziu também os curtas-metragens: "A incrível volta ao mundo do tricolor suburbano" (2013), "Caetana" (2014) e "Estrondo" (2019), exibidos nos festivais: É Tudo Verdade, Festival do Rio, Curta Cinema e Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano (Cuba), entre outros.

Realizou as séries: "Sangue Latino""Contradança""A Arte do Encontro""Janelas Abertas" e "26 Poemas Hoje", para o Canal Brasil.

Em 2018, estreou o longa-metragem "Eduardo Galeano Vagamundo", exibido em mais de 20 festivais internacionais.

Em 2019, lançou no Festival do Rio o longa-metragem, "Lugar de Fala", filmado integralmente com um aparelho de telefone celular.

Em 2020, lançou o longa-metragem "Ney à flor da pele", sobre a trajetória musical e Ney Matogrosso, além de diversos curtas e séries integrantes do projeto "Leituras na Quarentena".

 

Sobre o diretor Felipe Nepomuceno

Nasceu em São Paulo em 1975. Estudou na New York School of Visual Arts. Escreveu diversos livros de poesia, incluindo a antologia "Mapoteca".

Dirigiu e produziu mais de 50 curtas-metragens e vários DVDs de música. Criou séries para TV ("Estúdio 66""Sangue Latino""Janelas Abertas""A Arte do Encontro").

Em 2018, estreou seu primeiro longa-metragem, "Eduardo Galeano Vagamundo".  Em 2019, estreou no Festival do Rio "Lugar de Fala". Em 2020, estreou "Ney à flor da Pele", documentário sobre Ney Matorgrosso.


Mais Fotos