LILA BORGES APRESENTA SHOW AUTORAL ‘NÃO ME ESPANTO’ NO PRIMEIRO CHAPÉU ACÚSTICO DE NOVEMBRO

Publicado em Outubro 31, 2019
Autor / Fonte: BIBLIOTECA PÚBLICA DO ESTADO DO RS


LILA BORGES APRESENTA SHOW AUTORAL ‘NÃO ME ESPANTO’ NO PRIMEIRO CHAPÉU ACÚSTICO DE NOVEMBRO

Crédito da Foto: Giovanni Ceconello

LILA BORGES APRESENTA SHOW AUTORAL

‘NÃO ME ESPANTO’ NO PRIMEIRO CHAPÉU ACÚSTICO DE NOVEMBRO

Músicas autorais que falam de amor e desavenças, que instigam reflexões acerca de diversidade cultural e preconceitos é o mote de “Não Me Espanto”, show autoral de Lila Borges (voz e violão), que abre o projeto Chapéu Acústico de novembro, no dia 5, a partir das 19h, na Biblioteca Pública do Estado (Riachuelo, 1190). Acompanhada nos violões e guitarras por Gilberto Oliveira e Giovanni Berti na percussão, a cantora irá costurar as músicas com curiosidades e histórias bem-humoradas, em um bate-papo informal e divertido. A entrada é gratuita ou mediante contribuição espontânea.

O repertório abrange dez músicas, sendo que uma delas dá título ao show, além de algumas releituras que marcaram a trajetória musical da artista. A apresentação reservará sonoridades brasileiras, que vão da bossa nova ao baião, brincando com o samba e com a milonga. algumas releituras que marcaram sua trajetória musical. Cantora, compositora e educadora musical, Lila Borges é estudante de música, ativista, amante das artes e produtora cultural.

Iniciou sua trajetória musical em 2004, em Porto Alegre, dando voz à vontade artística, latente desde a infância. Tocou em diversos bares, festivais e eventos na Capital e no interior do Rio Grande do Sul. Já participou de formação duo, trio e bandas, formando parcerias com renomados músicos do Estado. Desde 2007, atua como educadora musical infantil, coordenando a Parapiás Produtora de Arte, onde realiza atividades de música para crianças, oficinas e shows. Neste universo, gravou dois discos autorais, o “Parapiás” (2014) e o “Parapiás, Música para Crianças” (2017). Em 2016, iniciou pesquisa sobre a atuação feminina na música do Brasil e lançou o projeto "Mulher Popular Brasileira", onde apresenta canções de compositoras mulheres que fizeram e fazem a história da música brasileira, e realizando intercâmbio cultural com artistas contemporâneas.

 

CHAPÉU ACÚSTICO

O produtor, publicitário e fotógrafo Marcos Monteiro assina a curadoria do projeto Chapéu Acústico, iniciativa sem qualquer patrocínio, que desde setembro de 2016 movimenta o Salão Mourisco, com música de qualidade. Os cachês dos músicos são pagos a partir das contribuições espontâneas, que ocorrem no chapéu, como nas performances de rua, e vão inteiramente para os artistas.

 

SERVIÇO:

Dia: 5 de novembro (terça-feira)

Hora: a partir das 19h

Local: Salão Mourisco da Biblioteca Pública do Estado do RS (Riachuelo, 1190) - Centro Histórico - Porto Alegre/RS.

Informações: BPE-RS (fone 3224-5045); com produtor Marcos Monteiro (duearth@terra.com.br) ou com a artista (www.contatolilaborges.wixsite.com/lilaborgess )

 

Entrada franca/Contribuição espontânea.


Mais Fotos