INSTITUTO LING E MUSEU DO AMANHÃ LANÇAM CICLO DE FORMAÇÃO GRATUITO COM FOCO EM ARTE E TECNOLOGIA

Publicado em Março 16, 2023
Autor / Fonte: JÉSSICA BARCELLOS


INSTITUTO LING E MUSEU DO AMANHÃ LANÇAM CICLO DE FORMAÇÃO GRATUITO COM FOCO EM ARTE E TECNOLOGIA

Batman Zavareze abre a programação em encontro virtual  no dia 5 de abril

Instituto Ling e o Museu do Amanhã acabam de lançar o projeto gratuito de formação Arte do Amanhã, focado em arte e tecnologia. A realização é do Laboratório de Atividades do Amanhã - LAA, que tem suas atividades patrocinadas pelo Santander. O ciclo de aprendizagem será composto por uma etapa online e uma etapa presencial. A primeira, que acaba de abrir inscrições pelo Sympla, consiste num Ciclo de Encontros Investigativos, que contará com seis módulos temáticos, trazendo 20 profissionais criativos de relevância em diferentes áreas no cenário das artes, entre 10 de abril e 18 de maio. Inaugurando os trabalhos, haverá um encontro de abertura ministrado pelo curador do projeto, o artista visual Batman Zavareze, em 5 de abril. Entre os assuntos que integram o programa estão Música e Narrativas SonorasArtes PerformáticasAudiovisualArtes PlásticasDesign e Novas Mídias

“Arte do Amanhã é um mergulho teórico e prático que pretende estimular uma criação lúdica entre artistas e participantes. Traremos um time diverso de provocadores dispostos a ouvir e compartilhar suas experiências e contribuições para o ciclo de encontros. Juntos, eles serão capazes de pensar e fazer arte e tecnologia hoje e no futuro. Mais do que resultado, nosso foco é no processo, na caminhada de descoberta conjunta ao longo desta jornada”, conta Bruna Baffa, Diretora Geral do Museu do Amanhã.

“Entendemos que as intersecções entre arte e tecnologia serão como pontes com as novas gerações de públicos e com a subjetividade no futuro. Se pensarmos que, em todas as esferas do nosso cotidiano, a tecnologia tem sido presente em diferentes camadas, por que, por exemplo, não aproximar as ferramentas de inteligência artificial do pensar e do fazer artístico? Queremos que os participantes saiam com muitas dúvidas e insights de como construir o caminho para a Arte do Amanhã”, reflete Carolina Rosado dos Santos, gestora do Centro Cultural Instituto Ling.

O programa é uma oportunidade para que a comunidade artística se aprimore nas novas tecnologias, abrindo espaço para outros formatos e poéticas. Entre os provocadores que guiarão o Ciclo de Encontros Investigativos estão os artistas visuais Fernando Velázquez Daiara Tukano, a diretora e roteirista de cinema Sabrina Fidalgo, a atriz e escritora Bianca Ramoneda, a compositora e cantora Saskia, as artistas performáticas Vitória Jovem Xtravaganza e Viní Ventania Xtravaganza (Irmãs Brasil), o diretor de criação e cenógrafo Andrey Hermuche e o artista visual Rafa Diniz. A proposta é estimular trocas orgânicas entre o público participante e os artistas, que atuarão como verdadeiros provocadores.

Ao final da etapa online, participantes que tiverem completado, no mínimo, dois módulos do Ciclo de Encontros Investigativos poderão se inscrever no processo de seleção da residência presencial que será realizada no Laboratório de Atividades do Amanhã, no Rio de Janeiro, entre os dias 17 e 30 de julho. O objetivo da residência é proporcionar uma experiência prática de criação no encontro entre arte e tecnologia, além de fornecer mais ferramentas e estímulo para a produção de uma experiência, atividade ou protótipo que ponha em prática o que foi visto durante a formação. O Laboratório de Atividades do Amanhã e o Instituto Ling formarão um comitê que selecionará quatro projetos para participar da Residência.



SERVIÇO

ARTE DO AMANHÃ

Os encontros acontecerão online, através da plataforma Zoom

Serão três encontros semanais por módulo, das 19h às 22h

As inscrições são gratuitas pelo site http://www.sympla.com.br/artedoamanha

Abertura

05/04 >> Batman Zavareze

Módulo 1: Artes plásticas

10/04 >> Daiara Tukano

11/04 >> Fernando Velázquez

12/04 >> Pamela Cezário

Módulo 2: Artes Performáticas

17/04 >> Felipe Assis e Rita Aquino

18/04 >> Bianca Ramoneda

19/04 >> Irmãs Brasil (Vitória Jovem Xtravaganza + Viní Ventania Xtravaganza)

Módulo 3: Música e narrativas sonoras

24/04 >> Matheus Leston

25/04 >> Nico Espinoza

26/04 >> Saskia

Módulo 4: Audiovisual

02/05 >> Sabrina Fidalgo

03/05 >> Bebeto Abrantes

04/05 >> Dani Dacorso

Módulo 5: Design

08/05 >> Andrey Hermuche

09/05 >> Gabriela Castro

10/05 >> Maribê

Módulo 6: Novas mídias

15/05 >> Rafa Diniz

16/05 >> Caio Fazolin

18/05 >> Zaika dos Santos



Sobre o Museu do Amanhã
O Museu do Amanhã é gerido pelo Instituto de Desenvolvimento e Gestão - IDG. O projeto é uma iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro, concebido em conjunto com a Fundação Roberto Marinho, instituição ligada ao Grupo Globo. Exemplo bem-sucedido de parceria entre o poder público e a iniciativa privada, o Museu conta com o Banco Santander como patrocinador máster, a Shell Brasil, ArcelorMittal, Grupo CCR e Instituto Cultural Vale como mantenedores e uma ampla rede de patrocinadores que inclui Engie, IBM e Volvo. Tendo a Globo como parceiro estratégico e Copatrocínio da B3, Droga Raia e White Martins, conta ainda com apoio de Bloomberg, EMS, Renner, TechnipFMC e Valgroup. Além da Accenture, DataPrev e Granado apoiando em projetos especiais, contamos com os parceiros de mídia SulAmérica Paradiso, Rádio Mix e Revista Piauí.

Sobre o IDG
O IDG - Instituto de Desenvolvimento e Gestão é uma organização social sem fins lucrativos especializada em conceber, implantar e gerir centros culturais públicos e programas ambientais. Atua também em consultorias para empresas privadas e na execução, desenvolvimento e implementação de projetos culturais e ambientais. Responde atualmente pela gestão do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, Paço do Frevo, em Recife, e Museu das Favelas, em São Paulo. Atua ainda na implantação e futura gestão do Museu do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, como gestor operacional do Fundo da Mata Atlântica e como realizador das ações de conservação e consolidação do sítio arqueológico do Cais do Valongo, na região portuária do Rio de Janeiro. Também foi responsável pela concepção e implementação do projeto museológico do Memorial do Holocausto, inaugurado em 2022  no Rio de Janeiro.

Sobre o Instituto Ling
Criado e mantido pela família Ling desde 1995, o Instituto Ling tem como missão promover o desenvolvimento humano e a evolução da sociedade através da disseminação de diferentes formas do conhecimento, da liberdade de pensamento, da valorização da cultura e da saúde.  Com a abertura de seu centro cultural em Porto Alegre, no ano de 2014, ampliou e solidificou sua atuação, firmando-o como referência na disseminação do conhecimento e provedor de serviços e produtos culturais diferenciados, com elevado padrão de qualidade e estética. Desde então, o espaço já sediou mais de mil atividades culturais nas áreas de artes visuais, música, artes cênicas e humanidades, recebendo mais de 200 mil visitantes, além de promover cursos e encontros em áreas como literatura, cinema, moda, filosofia e arquitetura, ministrados por renomados professores e especialistas. Na área da saúde, o Instituto Ling estabeleceu parceria com o Hospital Moinhos de Vento, em 2015, para a implantação de um centro de referência no tratamento do câncer em Porto Alegre, e com a Santa Casa de Misericórdia, em 2019, contribuindo para a construção do novo prédio do complexo hospitalar em Porto Alegre.


Mais Fotos