ENTREVISTA COM A BANDA MATO SECO: "NOSSA ARTE É LIVRE, QUEREMOS QUE TODOS TENHAM ACESSO"

Publicado em Dezembro 13, 2018
Autor / Fonte: GLAUCO MALTA


ENTREVISTA COM A BANDA MATO SECO:

Crédito da Foto: GLAUCO MALTA


TURBINADO ENTREVISTA A BANDA MATO SECO:

"NOSSA ARTE É LIVRE, QUEREMOS QUE TODOS TENHAM ACESSO"

 

Turbinado - A música de vocês é uma mensagem franca, direta, reta, altamente politizada, que traz uma uma urgência em expressar os sentimentos que afligem a nossa sociedade. Não vejo muitos artistas hoje em dia que tentem “de fato” passar esse tipo de mensagem; porque isso acontece? Existe uma acomodação generalizada?

Mato Seco - A gente acredita que sim. Uma acomodação tanto de quem faz a música (pensando só em ganhar dinheiro), como a de quem consome a música (querendo apenas diversão, sem grandes reflexões).  

 

Turbinado - São 16 anos de estrada (se não me engano), vocês tem um público fiel que acompanha o trabalho desde o começo da caminhada, isso deve ser motivo de muito orgulho e uma resposta de que a mensagem tem forte aceitação do público. Isso deve aumentar ainda mais a responsabilidade a cada álbum lançado?

Mato Seco - Sem dúvida. A gente vive em constante evolução, buscando novas sonoridades, porém a letra sempre precisa passar uma mensagem forte e profunda. Nós acreditamos que esse é nosso diferencial. . Todos os dias escutamos relatos sobre nossa música ter ajudado alguém num dia difícil.  E é a isso que dedicamos nossa vida. 

 

Turbinado - Porque disponibilizaram os álbuns na íntegra para download gratuito?

Mato Seco -Nossa arte é livre, queremos que todos tenham acesso, cantem as músicas, reflitam nas mensagens e claro, compareçam aos show.   

 

Turbinado - A Internet mais ajuda ou atrapalha na hora de uma banda se profissionalizar?

Mato Seco - Hoje em dia só ajuda. Todo mundo está "online", inclusive é cada vez mais forte a forma online  de se ouvir música, através das plataformas de streaming.   

 

Turbinado - O que vocês acharam do Reggae Jamaicano ter entrado recentemente na lista de “Patrimônio Imaterial da UNESCO”?

Mato Seco - Um grande reconhecimento para o nosso ritmo, que causa reflexão sobre várias questões relevantes como justiça e amor e que foi abraçado por todos os setores da sociedade. Merecidíssimo  !

 

Turbinado - Em um país que está tão polarizado, com o povo tão dividido, vocês acham que a música (e a arte em geral) podem ser meios de acalmar os ânimos e reaproximar o distanciamento das pessoas?

Mato Seco - Com certeza, inclusive nosso EP "O que vale mais pra você" foi lançado  com esse propósito. Mandar mensagens de otimismo, esperança e amar. Precisamos de mais AMAR. 

 

Turbinado - Quero agradecer pela entrevista e aproveitar para pedir que deixem uma mensagem para a galera que é fã e acompanha do trabalho de vocês Brasil afora. Nos vemos no show desta semana em Porto Alegre.

Mato Seco - Queremos agradecer a atenção de vocês e a essa oportunidade de dar voz ao nosso trabalho. Gratidão E até sexta Porto Alegre. 

 

*** A banda se apresentará nesta sexta-feira (14/12) no Bar Opinião pela primeira vez com o "MATO SECO REGGAE FESTIVAL".


Crédito da Foto: William Soares

 

O QUE VALE MAIS PRÁ VOCÊ

https://youtu.be/YeWkUqgAO2I


Mais Fotos