COMEMORAÇÃO HISTÓRICA DO "OCIDENTE ACÚSTICO" EDIÇÃO 1000

Publicado em Março 08, 2020
Autor / Fonte: GLAUCO MALTA


COMEMORAÇÃO HISTÓRICA DO

Texto & fotos: GLAUCO MALTA

Não é fácil trabalhar com produção artística em nosso país, é literalmente uma luta diária de “Davi contra Golias”, uma estrada árdua repleta de espinhos, com dias de "casa" com lotação esgotada e outros nem tanto, mas que ao final de cada jornada realizada trás a certeza da satisfação de sempre tentar fazer o melhor e fazer a realização pessoal de se fazer o que gosta.

A noite da última quinta-feira foi de festa, comemoração e porque não dizer de reverência a um dos grandes batalhadores da cena musical gaúcha e brasileira, falo de um dos caras mais gente fina que tive a oportunidade de conhecer desde que vim morar em Porto Alegre, Márcio Ventura, mais conhecido pela galera como Rei Magro; o cara que encabeça a Rei Magro Produções e este projeto fantástico há 22 que comemorou nesta noite a MILÉSSIMA EDIÇÃO DO “OCIDENTE ACÚSTICO”.

O projeto do Ocidente Acústico brinda o público não só com grandes nomes da música gaúcha e nacional, mas está sempre antenado e de portas abertas para a cena musical local, que merece ser prestigiada e tem uma galera muito boa pronta.

E como a noite era de festa, o Ocidente Acústico Edição 1.000 foi especialíssimo, contou com Katia Suman e Claudio Cunha como DJ’s fazendo aquele baita aquecimento para a galera que literalmente abarrotou o Ocidente para curtirem duas das maiores bandas do pop/rock gaúcho, Graforréia Xilarmônica e Ultramen.

Foram dois palcos, e a Graforréia Xilarmônica sentou a lenha em um showzaço, mandaram um set repleto de grandes hits da sua carreira, fazendo a galera cantar em uníssono em vários momentos, Frank Jorge (Vocal, Baixo), Carlo Pianta (Guitarra, Vocal) e Alexandre Birck (Bateria, Vocal) tem um baita entrosamento e energia no palco.

No segundo palco, na parte superior do Ocidente, logo na sequência a banda Ultramen “chegou chegando”, com aquela sonzeira que só eles fazem e que viaja por vários ritmos musicais (pop, rock, reggae, rap), e ninguém fica parado quando eles estão no palco.

O vocalista Tonho Crocco fez questão de pedir uma ‘salva de palmas” para o Márcio Ventura (Rei Magro), ressaltando a importância e relevância da realização de 1.000 shows em uma casa tão icônica como o Bar Ocidente, que faz parte também da trajetória dele e da Ultramen.

Aproveito o espaço para agradecer de coração ao Márcio Ventura por abrir as portas da Rei Magro Produções para o Site Turbinado, sempre nos recebendo de braços abertos e dando total liberdade para fazermos nossas coberturas em seus eventos.

Longa vida ao OCIDENTE ACÚSTICO, que mais 1.000 shows venham.

 

Foto de Marcio Gomes.



Mais Fotos