APÓS 20 MESES AUDITÓRIO ARAÚJO VIANNA RETORNA COM SHOW EMOCIONANTE DE MARIA RITA

Publicado em Outubro 11, 2021
Autor / Fonte: GLAUCO MALTA


APÓS 20 MESES AUDITÓRIO ARAÚJO VIANNA RETORNA COM SHOW EMOCIONANTE DE MARIA RITA

Fotos & Texto: Glauco Malta

Após uma longa espera de 20 meses o Auditório Araújo Vianna retomou suas atividades na noite do último sábado (09/10) com o show da cantora Maria Rita.

Foi realizada uma cerimônia de “reinauguração” do Auditório Araújo Vianna com a presença dos sócios da Opinião Produtora e autoridades e convidados; marcando efetivamente o início da nova gestão da Opinião Produtora a frente desta "casa" icônica e tão querida pelo público porto-alegrense.

Vale ressaltar que o público máximo liberado para assistir as apresentações no Auditório Araújo Vianna é de no máximo 2.100 pessoas (sentadas); todos os protocolos nesta noite foram seguidos, com medição de temperatura na entrada, dispensers de álcool gel em diversos pontos do Auditório a disposição de todos os presentes, assentos previamente demarcados com fitas (amarela e preta) indicando o distanciamento entre os mesmos, ar condicionado desligado e todas as portas laterais de saída estavam abertas para que o ar circulasse livremente no recinto.

A apresentação desta noite também marcou o retorno de Maria Rita aos palcos após um ano e meio, desde que todos os shows e eventos culturais ao redor do planeta foram adiados ou cancelados.

Havia um misto de ansiedade e felicidade no público presente, afinal era uma noite de reencontro dos fãs com Maria Rita, e com certeza a recíproca era verdadeira; pois ao surgir no palco ela foi ovacionada pelo público presente.

Maria Rita estava nitidamente muito emocionada não só pela recepção do público, mas também por tudo que significava estar no palco cantando nesta noite; ela abre o show com a belíssima canção “Reza’, que em uma parte de sua letra diz assim: “Reza pra proteger tudo nesse lugar”; é quase um mantra de boas vibrações e boas energias em um momento tão delicado de nossa história.

Como sempre Maria Rita é uma explosão em cima do palco, carisma, uma energia ímpar e acima de tudo, ela canta demais;

Foram quase duas horas de um show extremamente emocional e emocionante para a cantora e para o público, um verdadeiro desfile de grandes sucessos de sua carreira e clássicos do samba e da MPB como “Não deixe o samba morrer” gravada por ninguém menos do que a “Marron” Alcione; e não poderia faltar no set list “O bêbado e o Equilibrista”, uma das obras primas de Aldir Blanc e João Bosco imortalizada na interpretação magistral de sua mãe “ELIS REGINA”.

Maria Rita disse que estava com saudades do palco, que ao contrário de muitos artistas que recarregam suas energias quando voltam para casa, com ela é o contrário, estar em cima do palco cantando para o público recarrega suas energias e que neste período de isolamento social foi muito difícil não estar fazendo os shows que tanto ama. Disse que fechou esta data em Porto Alegre porque a situação hoje é um pouco melhor e que confiava na seriedade dos produtores que se empenhariam para dar toda a estrutura seguindo todas as normas sanitárias para a segurança do público, para todos que estavam trabalhando na produção, para sua equipe e sua banda.

Com certeza Maria Rita e o Auditório Araújo Vianna retornaram com o pé direito, foi uma noite que já entrou para a história desta “casa” antológica e tão fundamental para a cidade de Porto Alegre.


Mais Fotos