31º FESTIVAL MIXBRASIL, MAIOR FESTIVAL LGBT+ DA AMÉRICA LATINA, SEGUE COM PROGRAMAÇÃO INTENSA ATÉ 19/11 EM SÃO PAULO

Publicado em Novembro 17, 2023
Autor / Fonte: ATTI COMUNICAÇÃO E IDEIAS


31º FESTIVAL MIXBRASIL, MAIOR FESTIVAL LGBT+ DA AMÉRICA LATINA, SEGUE COM PROGRAMAÇÃO INTENSA ATÉ 19/11 EM SÃO PAULO

O 31ª Festival MixBrasil, maior Festival LGBT+ da América Latina, segue até o dia 19 de novembro, celebrando as diferentes identidades de gênero e orientações sexuais com uma programação intensa de cinema, teatro, performance, música, games e experiências XR. Totalmente gratuito, o evento acontece em 7 espaços de São Paulo e parte da sua programação  também estará online para todo o Brasil.

 

A programação de cinema do Festival  exibirá ainda  “Todas as Cores Entre o Preto e o Branco” de Babatunde Apalowo, vencedor do Teddy Award de documentário em Berlim, o francês  “De Volta à Córsega” de Catherine Corsin, o norte-americano "Birder" de Nate Dushku, o belga “O Paraíso” de Zeno Grato.  Já entre os nacionais estão Neirud” de Fernanda Roth Faya, “Toda Noite Estarei Lá” de Suellen Vasconcelos e Tati Franklin, “Tudo O Que Você Podia Ser” de Ricardo Alves Jr,  “Uma Tarde Pra Tirar Retrato” de André Sandino Costa, “Todos Morrem Tentando Fazer uma Obra Prima”, de Gustavo von Ha, “M de Mães", de Lívia Perez, entre outros

 

Nesta sexta e sábado, acontece a partir das 19h no teatro Sérgio Cardoso,  o espetáculo transmídia "Labirinto Feminino", com Wallie Ruy, Gabriela Gama e Shirtes Filho, onde monólogos intensos exploram o ciclo da violência doméstica com mulheres trans e cis, e as performances.

 

Instalações de experiências XR de realidades estendidas com temáticas LGBT+ vindas da França, Finlândia, Chile, EUA e Brasil continuam no MIS para que os visitantes vivam experiências de diferentes linguagens e recursos tecnológicos, como “Queer Utopia” inspirada em histórias reais de homens gays 60+, “Labirinto Imersivo”, versão VR do espetáculo 'Labirinto Feminino' que explora o ponto de pessoas omissas em relação ao ciclo de violência feminina, "Tom House the VR Experience" nesta experiência os visitantes penetram na lendária residência  em Los Angeles onde morou Tom of Finland, um dos mais influentes criadores da arte erótica queer, Corpo Invisível, um corpo encontra a si mesmo ao ser invisibilizado institucionalmente, “Ex Aequo”, dez histórias inspiradoras de atletas profissionais que enfrentam discriminação baseada em raça, gênero, orientação sexual e deficiência,  “Patience Mon Amour”, série realizada para celular que conta a história de um casal lésbicas, onde Alice descobre que sofre de endometriose e Gabrielle, que nunca quis ter filhos, decide por amor fazer reprodução assistida, entre outras.

 

Para os aficionados por Games, nos dias 18 e 19 de novembro, acontece no MIS o MixGames. Celebrando a diversidade e a inclusão, os jogos inéditos lançados no festival são “Lipsync Killers” jogo musical com elementos de RPG e luta, inspirado nos famosos lip sync performados por Drags, “My True Self”,  visual novel em que o jogador guia um menino trans em sua jornada para encontrar um novo nome e descobrir a si mesmo, “Pivot of Hearts”, uma segunda chance no amor numa visão não-monogâmica, e  “Hands of Timber”, aborda de forma sensorial a solidão de um homem negro e gay - através de polaroids, o jogo lhe convida a interpretar o que ainda resta ao homem.

 

O 31º Festival Mix Brasil ocupa seis espaços culturais de São Paulo: Cinesesc, Centro Cultural São Paulo (sala Paulo Emílio), Spcine Olido, MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo, Teatro Sérgio Cardoso, Museu da Língua Portuguesa e o IMS – Instituto Moreira Salles. Mas o público de outros estados do Brasil não ficará de fora. A programação online estreia a partir de 9 de novembro e poderá ser assistida gratuitamente pelas plataformas do Sesc Digital (sesc.digital/home),  Spcine Play  (spcineplay.com.br/) e Itaú Cultural Play (itauculturalplay.com.br).

 

Toda a programação do 31º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade poderá ser conferida no site mixbrasil.org.br e também através do Facebook: /FestivalMixBrasil, Instagram: @FestivalMixBrasil, Twitter: @fmixbrasil e Youtube: fmixbrasil.

 

O evento é uma realização da Associação Cultural Mix Brasil, Ministério da Cultura, e conta com a iniciativa da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Itaù, Mercado Livre e SPcine e apoio cultural do Sesc SP. Danilo Janjacomo e a produtora Stink são responsáveis pela criação da campanha de comunicação visual, cujo tema é “ A gente nunca foi tão Mix”.

 

 Serviço

31° Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade

9 a 19 de novembro

TODA A PROGRAMAÇÃO GRATUITA

Programação completa: mixbrasil.org.br

Locais: Cinesesc - Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do cinema 1h antes do início de cada sessão.

Centro Cultural São Paulo (Sala Paulo Emílio) - Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do espaço 1h antes do início de cada sessão.

Spcine Olido - Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do espaço 1h antes do início de cada sessão.

Teatro Sérgio Cardoso - Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do espaço 1h antes do início de cada espetáculo.

MIS – Museu da Imagem e do Som - Os ingressos para auditório e LabMIS serão disponibilizados na bilheteria do espaço 1h antes do início de cada sessão, o acesso às experiências XR e games acontecerão por ordem de chegada.

IMS – Instituto Moreira Salles - Os ingressos serão disponibilizados na bilheteria do espaço 1h antes do início de cada sessão.

 Museu da Língua Portuguesa - O acesso será gratuito

*Para mais informações, consulte a bilheteria de cada espaço


Mais Fotos