12ª MOSTRA ECOFALANTE TRAZ FILMES RELACIONADOS AOS POVOS INDÍGENAS E RACISMO SERÃO 101 OBRAS DE 39 PAÍSES - INÍCIO DIA 1/6

Publicado em Maio 26, 2023
Autor / Fonte: ATTI COMUNICAÇÃO E IDEIAS


   12ª MOSTRA ECOFALANTE TRAZ FILMES RELACIONADOS AOS POVOS INDÍGENAS E RACISMO SERÃO 101 OBRAS DE 39 PAÍSES - INÍCIO DIA 1/6

Imagem: "Escute, A Terra Foi Rasgada", de Cassandra Mello e Fred Rahal (Estreia Mundial)

Questões relacionadas aos povos indígenas e ao racismo estão no enredo de boa parte dos filmes da 12ª Mostra Ecofalante de Cinema - o mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado a temática socioambiental. O evento acontece de 01 a 14 de junho, com entrada gratuita, em 25 salas de São Paulo,  incluindo o Espaço Itaú de Cinema – Augusta, Centro Cultural São Paulo e Galeria Olido.

Na programação 101 filmes, entre obras premiadas em festivais como Cannes, Berlin, Cinéma du Réel, CPH:DOX e Tribeca, ao lado de produções em pré-estreia mundial ou inéditas no Brasil. Estão presentes também títulos recentes assinados por cineastas consagrados, como Jorge Bodanzky, Gabriela Cowperthwaite (do premiado Blackfish), Eduardo Coutinho, Paul Leduc, Gillo Pontecorvo, Ousmane Sembène, Safi Faye, Marta Rodríguez, Jorge Sanjinés, William Klein.

** O filme de abertura (para convidados) será o impactante "Nação Lakota Contra os EUA", exibido nos festivais de Tribeca, Cleveland e Denver, o filme tem entre seus produtores executivos os atores Marisa Tomei (vencedora do Oscar por "Meu Primo Vinny", 1992) e Mark Ruffalo, três vezes indicado ao Oscar.

** estreias mundiais nacionais, que abordam o embate entre indígenas e garimpeiros, queimadas em quatro biomas do país e deslocamento de toda uma população como o aguardado "Cinzas da Floresta", que registra uma expedição com o ativista Mundano pela Amazônia, Cerrado, Pantanal e Mata Atlântica como o objetivo de produzir uma cartela em tons de cinza a partir do carvão e de restos de árvores e de animais carbonizado,  e "Escute, A Terra Foi Rasgada"registra o acampamento Luta pela Vida, em Brasília, no qual lideranças dos povos Mebêngôkre (Kayapó), Munduruku e Yanomami se uniram para escrever uma carta-manifesto em repúdio à atividade garimpeira.

**doc inédito da sobrinha-neta de Walt Disney, que é documentarista e ativista social e aborda a profunda crise de desigualdade nos Estados Unidos, usando o legado de sua família como um estudo de caso no filme inédito "O Sonho Americano e Outros Contos de Fadas"

*** "A Invenção do Outro" de Bruno Jorge  (inédito em SP) - Integrado ao drama dos índios, uma personalidade marcante desponta na tela: o indigenista Bruno Pereira, símbolo da preservação do meio ambiente, assassinado ao lado do jornalista Dom Phillips.

**(Raridade) O doc "I Heard It through the Grapevine" (1981), de Dick Fontaine, recentemente redescoberto e exibido no Festival de Berlim deste ano,  acompanha o aclamado escritor crítico do "sonho americano" James Baldwin (1924-1987) quando ele revista locais históricos e emblemáticos para a luta do povo negro americano e faz um balanço das lutas contra o racismo e das injustiças arbitrárias cometidas contra essa população no país.

*** "A Apropriação" No novo documentário da diretora de Blackfish (2013), Gabriela Cowperthwaite, um jornalista investigativo descobre a verdade por trás do dinheiro, da influência e da lógica que envolvem os esforços secretos para controlar os recursos mais vitais do planeta — comida e água.

*** "Amor e Luta em Tempos de Capitalismo",  doc inédito sobre o casal midiático formado pelos sociólogos Monique Pinçon-Charlot e Michel Pinçon, conhecido por suas pesquisas de mais de cinco décadas sobre os ultra-ricos.

***O Último Refúgio", filme premiado no festival dinamarquês CPH:DOX, que registra um abrigo temporário de migrantes na África


Mais Fotos